quarta-feira, 7 de abril de 2010

Batistas Bíblicos em Garanhuns

A denomição Batista Bíblica é um ramo fundamentalista saído da Igreja Batista da Convenção. Surgiu nos EUA, em 1921, como reação a invasão de idéias modernistas que ameaçavam se infiltrar na ideologia Batista Convencional. Essas novas idéias estavam ligadas ao florescimento do racionalismo alemão e da teologia liberal.

O racionalismo entende que a única maneira de se obter conhecimento é através do exercíco da razão. Logo, o racionalismo nega a fé como  fonte de conhecimento verdadeiro.
Além disso, o racionalismo alemão  defendia o fim das religiões afirmando, por exemplo, que a religião é o ópio do povo, uma maneira de manter as pessoas num mundo de ilusão, alheias a seu mundo real.

Já a teologia liberal questiona a autoridade da bíblia, prega a salvação através da caridade e da comunhão entre as pessoas, e a salvação de não cristãos, defendendo a idéia de que Deus pode se revelar em qualquer religião.

Essas idéias invadiram  as denominações evangélicas e houve muitas reações principalmente nas igrejas chamadas de históricas, que acreditam, por exemplo,  ser a fé uma fonte de conhecimento verdadeiro da Bíblia,  e que  todo o texto encontrado na Bíblia é certo, é inerrante,  e todas as suas palavras foram inspiradas pelo Espírito Santo. Além disso, acreditam que a única maneira de se obter a salvação é através da fé no poder remidor do sangue de Jesus.

No caso dos batistas, nos EUA, em 1909,  a reação foi documentada  em cinco volumes chamados " Os fundamentais" , onde eram apresentados quatorze fundamentos  considerados essenciais ao cristianismo: a inspiração da bíblia, a redenção através do sangue de Jesus, a Trindade, novo nascimento, ressureição etc.

Em 1921 foi organizada a União Batista Bíblica para defender estes preceitos fundamentais. A frente do movimento estavam W. B. Riley, J. Frank Norris, T.T. Shields e outros.

A igreja Batista nos EUA era organizada  em dois grandes grupos: Convenção Batista do Sul e a Convenção Batista do Norte. Em 1928, sob a liderança de J. Frank Norris se estabelece a Comunhão Missionária Batista Fundamental Mundial (Mais tarde chamada Comunhão Batista Mundial), como uma reação contra invasões modernistas na Convenção Batista do Sul.

Em 1932, a Associação Geral das Igrejas Batistas Regulares foi estabelecida sob a liderança de Robert Ketcham como uma reação contra o liberalismo na Convenção Batista do Norte.
Mais tarde, forma-se a Comunhão Batista Bíblica Internacional (Baptist Bible Fellowship International).

No Brasil, as igrejas Batistas Biblicas são frutos do trabalho do missionário norte americano  Byron  Dale McCartney que aqui aportou em 1953. Mas, a  Comunhão Batista Bíblica Nacional,  só foi organizada em 1973.

Byron e Ruth  quando chegaram ao Brasil com os filhos Pamela e Byron
Album de Márcia McCartney
1953

O Curriculo do Pastor Byron McCartney  inclui  o trabalho de evangelização, a fundação de um orfanato, fundação de seminários teológicos e  organização e fundação de muitas igrejas no Brasil.

Byron ficou  trinta anos no Brasil e residiu em São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Niteroi, Rio de Janeiro, Brasília , Souzas e Campinas. Nos Estados onde morou fundou igrejas nas capitais e participou da fundação de várias igrejas no interior. Byron Dale McCartney morreu no Texas/EUA em 1983, aos 52 anos. Sua esposa Ruth McCartney voltou ao Brasil, e exerceu o trabalho missionario por mais dez anos. Somando 40 anos no Brasil.



Pr Byron e líderes batistas bíblicos em S. Paulo
(Álbum de Márcia McCartney)

Em Recife, Byron McCartney morou cerca de quatro anos e nesse momento já contava com a cooperação do também missionário norte-americano Robert Lee Carlton que a princípio veio ao Brasil trabalhar com a Missão Novas Tribos mas depois integrou-se a Missão Batista Bíblica.  

Pr. João Tenório e a Missionária Maria Flor
(Album de Márcia McCartney)

Em Pernambuco Byron  entrou em contato com o Pr João Tenório de Moura que era  um  membro ativo e participante da Igreja Batista da Convenção, em Caruaru.  Desse encontro, surgiu uma grande amizade e parceria . 
João Tenório de Moura  nasceu em Agrestina/PE em 19.02.1933. É cidadão emérito de Garanhuns. Filho de José Fernandes de Moura e Alzira Tenório de Moura. De família  não-evangélica, converteu-se na 1ª Igreja Batista de Caruaru  e  foi batizado pelo Pr. Zacarias Campelo em 14 de março de 1951

Em 1963, Byron entrou  na Farmácia de propriedade de João Tenório, em Caruaru, para adquirir um produto. Nesse momento, travou-se um rápido diálogo, no qual o missionário identificou-se como membro da Igreja Batista Bíblica em Recife e fez o convite para que João Tenório visitasse a sua igreja.  

João Tenório aceitou o convite,  identificou-se com o trabalho da denominação e daí por diante integrou-se ao trabalho Batista Bíblico.

Do trabalho ministerial do Pr João Tenório nasceu a Igreja Batista Bíblica de Garanhuns  em 1970. 
O primeiro templo, construído a Rua São José, 233, no bairro São José,  tinha arquitetura simples, mas aconchegante e sui generis, as paredes construídas com ripas de madeira, em grade, chamavam a atenção dos visitantes pela originalidade. Em 1978, o novo templo foi construído  em alvenaria, no mesmo endereço.

Igreja Batista Bíblica em Garanhuns
Foto de Elio Rocha em

Durante o período de carnaval, Pastor João Tenório, costumava convidar a congregação para retiros espirituais. Esses retiros eram feitos geralmente, em propriedades rurais, alugadas, ou cedidas pelos seus proprietários, para este objetivo.
Os retiros espirituais eram uma experiência de grupo, o objetivo principal era retirar os jovens das folias do Carnaval, mas eram frequentados por pessoas de todas as idades, tinham focos espirituais definidos, aconteciam em lugares apropriados, geralmente em contato com a natureza, onde os fiéis aprendiam mais sobre a fé que os unia e estavam em maior comunhão uns com os outros. 
A necessidade de ter um lugar fixo para estes encontros levou o pastor João Tenório a idealizar e batalhar no sentido de adquirir uma propriedade onde pudesse ser construído uma estrutura adequada para os retiros  da igreja.  Em 1976, iniciaram-se as obras do Acampamento Batista Betel, em Garanhuns.
Vista do Acampamento Betel
(Album de Sérgio MarcusTenório )

Capela do Acampamento Betel
 (Album de Sérgio Marcus Tenório)

O trabalho ministerial de Pastor João Tenório inclui ainda, 49 anos de evangelismo radiofônico, organização das  Igrejas Batista Bíblica em Caruaru, Correntes, Bezerros, Catende, Gravatá,  Jaboatão dos Guararapes  e Fortaleza .

Um comentário:

  1. Pr Marcelo costa9 de abril de 2017 10:07

    Parabéns,pela grande contribuição deste Pastor e sua comunidade,para o engrandecer da obra em Garanhuns e região !!!!!!

    ResponderExcluir